EMAIL

stial@bewnet.com.br

Sede

(51) 3710-1313

Subsede

(51) 3716-1613

NOTÍCIAS

28 Agosto
2014

Interditadas máquinas do frigorífico Languiru, em Westfália

28/08/2014

A Cooperativa Languiru Ltda. teve interditadas, nesta quinta-feira (28/8), pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), nove máquinas do seu frigorífico de aves, no município de Westfália, no Vale do Taquari. Além disso, a empresa firmou dois acordos, assumindo compromisso de solucionar problemas ergonômicos e de gestão de risco. Assim, evitou interdição total da fábrica e não interrompeu o funcionamento parcial da planta. A indústria também foi notificada para regularizar os sistemas de proteção de diversas outras máquinas. As interdições, os acordos e a notificação resultam da sétima diligência de 2014 da força-tarefa estadual que investiga "Meio Ambiente de Trabalho em Frigoríficos Avícolas". A operação foi realizada de terça a quinta-feira (26 a 28/8). A organização é do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do MTE. A ação contou com apoio do movimento sindical dos trabalhadores. Também participaram o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do Rio Grande do Sul (CREA-RS) e a Fundação Jorge Duprat Figueiredo, de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro).

     Foi constatada situação de risco grave e iminente à saúde ou à integridade física dos trabalhadores. Com fundamento em dispositivos legais e pelas constatações in loco, o MTE determinou a interdição de todos os trabalhos em duas máquinas serra-fita de corte de carnes, uma máquina de retirada da pele do peito de frango, uma máquina de retirada da pele do pescoço e uma máquina embaladora de partes (dorso), todas na Sala de Cortes, uma máquina serra circular no galpão de armazenagem de material de construção, mais um torno mecânico marca IMOR (patrimônio 3827) e duas máquinas de esmeril da manutenção.

     A empresa abate 111 mil frangos por dia e tem 855 trabalhadores, divididos em dois turnos: dia (5h30min às 15h18min - abate - e 6h50min às 16h38min - embalagens e desossa) e noite (16h15min à 1h30min - abate - e 17h30min às 2h38min - embalagens e desossa), de segunda a sexta-feira. Cada trabalhador faz intervalo de 60min (almoço ou janta) e tem mais 60 minutos de pausas diárias, divididas em quatro perídoos (um de 20min, dois de 15min e um de 10min), atendendo à Norma Regulamentadora (NR) 36.

     O cronograma de inspeções seguirá até o final do ano. Em 2015, será a vez dos frigoríficos bovinos receberem a força-tarefa.

Fonte: Ministério Público do Trabalho

A notícia completa está no site /www.prt4.mpt.gov.br