EMAIL

stial@bewnet.com.br

Sede

(51) 3710-1313

Subsede

(51) 3716-1613

NOTÍCIAS

01 Junho
2016

NEGOCIAÇÃO SALARIAL: Confira a nota emitida pela BRF e a resposta dada pelo Sindicato

01/06/2016

Após o Sindicato dos Trabalhadores do Setor da Alimentação informar à empresa BRF que os trabalhadores não haviam aceitado a proposta de acordo salarial para o ano de 2016, a empresa divulgou uma nota de esclarecimento à imprensa. A rejeição da proposta aconteceu durante assembleia com os trabalhadores, realizadas no sábado (28) em Marau e no domingo (29) em Serafina Corrêa. 

Confira na íntegra a Nota da BRF Marau: 

Negociação Sindical – Acordo Coletivo

Marau (RS), 30 de maio de 2016 – A BRF informa que no último sábado, 28/05, cerca de 300 funcionários compareceram à assembleia da categoria para ouvir a nova proposta da empresa. Entretanto os dirigentes sindicais não apresentaram a nova proposta aos presentes, impedindo a avaliação e votação da mesma.

A BRF aproveita a oportunidade para esclarecer que a nova proposta corrige os valores do salário, cesta básica, ganhos de produtividade, entre outros. A Companhia também ressalta que esse movimento pode gerar ganhos reais por meritocracia, na medida em que as metas internas forem atingidas.

A nova proposta oferece inclusive um ganho real aos funcionários, que passam a atuar em um ambiente meritocrático, com transparência da relação entre o grau de contribuição e o benefício daí advindo, mensurado com base em critérios previamente pactuados e conectados com o resultado geral da Companhia.

Atenciosamente.

Carlos Alberto Tonial – Gerente da Unidade BRF/Marau

 

AGORA VEJA A RESPOSTA DO SINDICATO

 

EM RESPOSTA A NOTA DA BRF

 

O sindicato dos Trabalhadores da Alimentação de Serafina Corrêa, Marau, Lajeado e Erechim, juntamente com a CONTAC - CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES DA ALIMENTAÇÃO DA CUT - informa a todos os trabalhadores e à comunidade em geral que tem adotado o diálogo como foco das negociações com a empresa BRF, e repudia qualquer tentativa de desqualificar as Assembleias realizadas pelos sindicatos de Serafina Corrêa e Marau no último final de semana, que reprovaram a proposta apresentada pela empresa, proposta que representa apenas metade das perdas com a inflação do período, e além de não repor as perdas ao salário base também não recompõe nenhuma das demais cláusulas como cesta básica, adicional por tempo de serviço, auxílio escolar, entre outros. Os sindicatos e a CONTAC também salientam que seu papel é de negociar reajuste igual para todos os trabalhadores, e a meritocracia que a empresa quer implantar, também conhecida como Salário Variável ou 5/1 é de sua total responsabilidade, sendo que a própria empresa anunciou, quando da implantação do salário variável, que o mesmo não faria parte das mesas de negociação, o que demonstra que a BRF está faltando com a verdade com os seus trabalhadores, e o Sindicato nunca negociou e nunca vai negociar valores que estejam baseados em avaliações de produtividade internas da empresa, o que o Sindicato negocia é salário e as demais cláusulas do acordo. Além disto a empresa, de forma unilateral, retirou produtos da cesta básica dos trabalhadores, ou seja, anuncia que está dando aumento real, o que é mentira, e além disto REDUZ A CESTA DOS TRABALHADORES, ou seja, REDUZ O VALOR DA ATUAL RENDA DOS TRABALHADORES. Para finalizar, os sindicatos e a CONTAC repudiam veementemente a postura da empresa em pressionar chefes e supervisores para que ameacem trabalhadores com demissões, cortes de investimentos, fechamentos de turnos como força de aterrorizar não só os funcionários para que os mesmos aceitem a proposta da empresa, mas tentando jogar a comunidade contra o sindicato com um verdadeiro ato de terrorismo. Pedimos aos trabalhadores que fiquem atentos, sempre que necessário procurem o sindicato e aguardem novas informações e convocação para nova assembleia.